Quanto custa manter um carro esportivo?

Sonho de consumo dos aficionados por carros, ter um esportivo na garagem vai muito além da compra. Você sabe quanto custa manter um esportivo?

Comprar um carro esportivo não é fácil, mas muito mais difícil do que comprar, talvez seja manter este carro. O custo do quilômetro rodado pode ir muito além do que se imagina, e até mesmo o carro parado na garagem custa bem caro.

Manter carro esportivo

Em uma época em que um superesportivo zero quilômetro supera facilmente os 3 milhões de reais, é de se imaginar que a tecnologia de ponta esteja presente em cada parte do carro, e que junto com isso, venha a conta.

A começar pelo seguro e pelos impostos pagos, a conta já não é baixa. Embora o seguro tenha grande variação entre região, perfil de condutor e modelo do veículo, pode ter certeza que se considerarmos como base uma Ferrari 488, com valor aproximado de R$2,5 milhões de reais, dependendo da configuração, o seguro dificilmente sairá por menos de R$50 mil por ano. Em um veículo como este, se emplacado no Estado de São Paulo, o IPVA vai custar R$100.000 no primeiro ano de uso.

Quando chega a hora de realizar as manutenções, que devem ser seguidas à risca, os valores são também compatíveis com o valor do carro. Realizar as manutenções no tempo estipulado pelo fabricante de um carro esportivo é muito importante por dois motivos: o primeiro, é que um carro de alta performance, tem que estar sempre em perfeitas condições. O segundo ponto, é que este tipo de carro, na hora da revenda, é sempre exigido que tenha todas as manutenções realizadas e comprovadas, afinal, comprar um esportivo com as manutenções acumuladas é a chave para transformar o sonho em pesadelo.

E pesadelo mesmo, pois quando o assunto é manutenção preventiva, as cifras são altas, e se a manutenção for corretiva, pode preparar o bolso. Pense que para uma revisão básica como troca de óleo, filtros, pastilhas e discos de freio, supera-se a faixa dos R$150 mil.

Quando se fala em carros superesportivos e manutenções, muita gente lembra-se do Bugatti Veyron, que é um dos esportivos mais “absurdos” já fabricado, com credenciais para fazer parte do seleto time de carros que ultrapassam a barreira dos 400km/h. Claro que isso tem seu preço, e um jogo de rodas e pneus, que devem ser substituídos a cada 8 mil km, custam novos a bagatela de 150 mil dólares, o que em uma conversão direta, chega a R$547 mil. Com este dinheiro, aqui no Brasil é possível comprar um Porsche Boxter 0km e ainda sobra um troco pro seguro.

Um pneu utilizado em um carro esportivo, mesmo que não seja um Bugatti Veyron, utiliza compostos diferenciados, voltados à alta performance. São pneus com altíssima aderência e resistência à temperatura, além da excelente capacidade de tração. O ponto negativo é que duram pouco, justamente por serem mais macios e aderentes, fazendo com que as manutenções sejam mais frequentes.

Na PneuStore você encontra diversos pneus para carros esportivos, nas mais diversas medidas disponíveis.

 

 

 

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *